Links de Acesso

Coreia do Norte executa vice-primeiro-ministro por desrespeito, denuncia a Coreia do Sul


Kim Jong-Un

Kim Jong-Un

A Coreia do Norte executou um vice-primeiro ministro por ter revelado desrespeito numa reunião presidida pelo líder supremo do país, Kim Jong-Un, e enviou outras duas autoridades do regime para campos de reeducação, denuncia, hoje, 31, a Coreia do Sul.

O executado Kim Yong-Jin era também ministro da educação, segundo informação divulgada pelo porta-voz do ministério da unificação da Coreia do Sul, Jeong Joon-Hee.

Kim terá sido executado, em Julho, por um pelotão de fuzilamento, sob acusação de ser um agitador contrário ao partido e inimigo da revolução. As suas complicações iniciaram após ter sentado de forma inapropriada – não detalhada - numa sessão de parlamento.

Jong-Un, que lidera o regime, desde 2011, após a morte de seu pai, tem executado e condenado vários dirigentes para reforçar o seu país.

XS
SM
MD
LG