Links de Acesso

Coreia do Norte insulta Presidente Obama

  • Redacção VOA

Declaração usa insultos racistas para acusar Obama de ser responsável pela divulgação do filme "A Entrevista".

A Coreia do Norte denunciou o Presidente Barack Obama com um insulto de natureza pessoal e racial acusando os Estados Unidos de serem responsáveis por interrupções intermitentes do seu serviço de internet que isolaram Pyongyang na ultima semana.

Numa declaração um membro não identificado da Comissão de defesa nacional acusou o Presidente Obama se ser responsável pela decisão da companhia Sony Pictures de colocar em circulação o filme “A Entrevista”, uma comédia ficção sobre um alegado plano da CIA para assassinar o presidente norte coreano Kim Jong Un.

A declaração da Comissão Nacional de Defesa o órgão estatal mais alto da Coreia do Norte afirmou: “Obama é sempre irresponsável em palavras e em acções como um macaco numa floresta tropical”.

A rede de computadores da SONY foi atacada em Novembro por “hackers” que depois tonaram publico grandes quantidades de informação pessoal na Internet.

As autoridades americanas disseram que uma análise do “Software” usado pelos “hackers” indicou claramente que a fonte do ataque foi na Coreia do Norte.

A Coreia do Norte negou qualquer responsabilidade

A Sony decidiu inicialmente suspnder a divulgação do filme depois dos proprietários de salas de cinema terem manifestado receios devido a ameaças de violência feitas pelos "hackers" dos computadores da Sony.

Subsequentemente o Presidente Obama criticou a decisão da Sony afirmando que companhias americanas não devem ceder a actos de chantagem que são um atentado á liberdade de expressão.

Na ocasião o Presidente Obama disse que o seu govenro iria dar "uma resposta adequada" ao ataque dos "hackers" mas recusou-se a dar pormenores.

Os serviços de internet e a rede de 3G de telemóveis foram sábado novamente interrompidas por algumas horas tal como tem vindo a acontecer nos ultimos dias.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG