Links de Acesso

Contos e Fábulas Tradicionais de Moçambique

  • Ana Guedes

Contos das Crianças do Amanhã. Fábulas Tradicionais de Moçambique. Em destaque na foto a vencedora do prémio dos contos, Nina Geronimo

Contos das Crianças do Amanhã. Fábulas Tradicionais de Moçambique. Em destaque na foto a vencedora do prémio dos contos, Nina Geronimo

Um livro feito por crianças de hoje para crianças do amanhã para que aprendam a gostar de ler ou a não deixar de ler

“Contos das Crianças do Amanhã. Fábulas Tradicionais de Moçambique” é um livro escrito por meninas e meninos moçambicanos da área de Pemba, na província de Cabo Delgado, ilustrado pelos próprios, e publicado pela Associação Humanitária Internacional de Mislata (AHUIM), de Espanha.

O motor deste projecto chama-se Lara Ripoll. Uma espanhola que vive e trabalha como professora em Pemba, há 3 anos. Envolveu cerca de 200 crianças de 6 escolas primárias em Pemba, e a recolha de lendas tradicionais moçambicanas numa tentativa de transmitir às crianças do amanhã a literatura oral moçambicana. As histórias ilustram a cultura de várias etnias de Cabo Delgado, entre elas a Macua.

Lara Ripoll que frisa que com estes contos e fábulas quis contribuir para recuperar e divulgar a rica tradição oral de Moçambique e ajudar os mais jovens a expressar-se de forma criativa.

Contos das Crianças do Amanhã. Fábulas Tradicionais de Moçambique. Trabalho na classe. Escola Maringanha. Projecto Lara Ripoll

Contos das Crianças do Amanhã. Fábulas Tradicionais de Moçambique. Trabalho na classe. Escola Maringanha. Projecto Lara Ripoll

“Contos das Crianças do Amanhã. Fábulas Tradicionais de Moçambique” saiu em edição bilingue – português e espanhol – e foi financiado pela AHUIM e faz parte do projecto “O Nascer da Criança do Amanhã” que atinge 200 alunos de quinta à sétima classes, com idades que vão dos 10 aos 17 anos, para alem dos cerca de 50 professores e responsáveis educativos.

XS
SM
MD
LG