Links de Acesso

Confrontos entre militantes do MPLA e UNITA deixam um morto e 12 feridos no Uíge


Angola bandeiras Unita MPLA

Angola bandeiras Unita MPLA

UNITA e CASA-CE acusam partido no poder de intolerância.

Um morto e 12 feridos, dos quais três em estado grave, é o resultado do confronto entre militantes do MPLA e da UNITA no último fim-de-semana no Município de Quimbele, a cerca de 300 quilómetros da capital da província do Uíge.

A denúncia foi feita à VOA pelo secretário provincial da Unita Félix Simão Lucas que confirmou a existência de um total de quatro feridos da parte dos seus militantes. Os restantes são do MPLA.

“Nós tivemos quatro feridos, devido a alguns objectos atirados, entre pedras e paus que atingiram os nossos militantes”, conferiu Simão Lucas, que condenou a acção praticada pelos dirigentes locais do MPLA.

O secretário municipal da Casa-C José Pedro em Quimbele confirmou também o incidente e acusou o primeiro secretário municipal do MPLA em Quimbele de orientar a acção que causou danos aos seus próprios militantes.

“Isso foi uma orientação do primeiro secretário municipal do MPLA, que nos dias 3 e 6 do mês em curso convocou uma reunião para orientar a juventude a agredir qualquer partido na oposição que entrar em Quimbele”, denunciou Pedro, que revelou terem as bandeiras do seu partido sido removidas por militantes do partido no poder.

A VOA tentou ouvir a versão oficial do partido do MPLA na província mas sem sucesso.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG