Links de Acesso

Conferência dos Grandes Lagos volta a ser presidida por Angola

  • Redacção VOA

José Eduardo dos Santos

José Eduardo dos Santos

Reunião de chefias militares que começa hoje debate segurança numa região com muitos conflitos.

Angola vai assumir mais um mandato de dois anos à frente da Conferência Internaiconal sobre a Região dos Grandes Lagos (Cirgl).

A 6a. conferência que decorre de hoje a sexta-feira em Luanda, vai confirmar a decisão depois de o Quénia ter manifestado a sua indisponibilidade de assumir o mandato que a rotatividadelhe atribuia.

Esta semana, o Centro de Convenções de Talatona acolhe, consecutivamente, a reunião das chefias militares dos Estados Maiores Generais das Forças Armadas dos países da região, dos ministros da Defesa, das Relações Exteriores e dos chefes de Estado e de Governo.

Nos primeiros dois dias, as chefias militares analisam a segurança na região, com destaque para a situação no Burundi, no Sudão do Sul e na República Democrática do Congo.

A Cirgl é integrada por Angola, Burundi, República Centro-Africana, República do Congo, República Democrática do Congo, Quénia, Uganda, Ruanda, Sudão, Sudão do Sul, Tanzânia e Zâmbia.

XS
SM
MD
LG