Links de Acesso

Comissão da Câmara dos Deputados vota processo de impugnação de Dilma Rousseff

  • Redacção VOA

Dilma Rousseff

Dilma Rousseff

Caso segue para o plenário independente do resultado da votação.

A comissão especial que analisa o pedido de impugnação da Presidente brasileira Dilma Rousseff vota nesta segunda-feira, 11, o parecer do deputado Jovair Arantes favorável à continuidade do processo de afastamento.

Independentemente do resultado na comissão, contra ou a favor da Presidente, o caso vai para o plenário da Câmara dos Deputados.

A previsão é que a votação do relatório ocorra no fim da tarde de hoje.

A data de análise do processo de impugnação pelo plenário da Câmara ainda não foi definida, mas a previsão é de que a discussão seja iniciada no dia 15 e que a votação ocorra dois dias depois.

Cada um dos 25 partidos políticos com representação na Câmara terá direito a uma hora de intervenção no plenário.

O processo será aberto se dois terços (342) dos 513 deputados votarem a favor e, em caso afirmativo, o processo segue para análise do Senado.

Na câmara alta, a sessão que decide sobre a impugnação é presidida pelo presidente do Supremo Tribunal Federal e se for aprovada por maioria simples, Dilma Roussef é obrigada a se afastar por até 180 dias até a decisão final.

A impugnação só será aprovada se dois terços (54) dos 81 senadores votarem a favor.

Caso for absolvida no Senado, a Presidente reassume o mandato imediatamente, enquanto se for condenada será automaticamente destituída e o vice-presidente é empossado.

XS
SM
MD
LG