Links de Acesso

Comandante da polícia de Saurimo acusado de prender activistas da independência da Lunda

  • Coque Mukuta

Manifestantes a favor da Lunda Norte(Arquivo)

Manifestantes a favor da Lunda Norte(Arquivo)

Defensores da independência do povo Lunda queixam-se de estarem a ser detidos de forma injusta.

O comandante municipal do Saurimbo Adalfo Tchikapa é acusado de ter detido na última sexta-feira, 21, dois activistas que exigem a independência das Lundas. Segundo o delegado do Manifesto do Protectorado das Lundas naquela zona perfazem assim três activistas presos por defenderem a independência das Lundas.

Segundo Eduardo Justino, delegado municipal do Manifesto do Protectorado das Lundas no Saurimbo, da ala de Jota Filip Malakito, os activistas Paulo Agostinho, de 40 anos de idade, pai de oito filhos, e João Cardoso, de 37 anos de idade, pai de 7 filhos, foram agredidos e detidos pelo Comandante da Polícia Nacional do Saurimbo, Adolfo Tchikapa.

“O próprio comandante Adolfo Tchikapa é que foi para lá quando eles estavam a fazer a cópia do hino do manifesto”, disse Justino afirmando que os detidos ainda não foram apresentados à justiça e nem mesmo têm direito a visita.

Os defensores da independência do povo Lunda queixam-se de estarem a ser detidos de forma injusta.

De recordar que o Manifesto do Protectorado das Lundas apresentou uma queixa ao Tribunal Penal Internacional contra o governo de José Eduardo dos Santos por genocídio contra o povo Lunda.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG