Links de Acesso

Cólera provoca duas mortes e afecta mais de mil pessoas em Moçambique

  • Redacção VOA

Província de Tete em sinal de alerta com um morto e 397 casos nos últimos cinco dias.

Duas pessoas morreram e mais 1.222 estão afectadas com cólera desde que a doença eclodiu em Janeiro em Moçambique.

"É uma situação preocupante, na medida em que se trata de uma epidemia que exige um controlo constante", revelou a directora-adjunta de Saúde Pública em conversa com jornalistas em Maputo.

As mortes foram registadas na província de Tete, no centro, e na cidade de Maputo, no sul, mas o maior número de casos de cólera foi registado em Nampula, com um total 454 doentes dos 1.222 já registados.

Devido à gravidade da situação, Benigna Matsinhe, disse que as autoridades activaram os centros de assistência médica nos pontos mais afetados.

A província de Tete está a exigir maior atenção das autoridades, em virtude de nos últimos cinco dias, terem sido registados um morto e 397 casos.

XS
SM
MD
LG