Links de Acesso

Hillary Clinton responde a nova investigação do FBI sobre emails

  • Redacção VOA

Hillary Clinton, discursando ontem em Cedar Rapids, Iowa.

Hillary Clinton, discursando ontem em Cedar Rapids, Iowa.

A candidata democrata à presidência americana, Hillary Clinton, já falou à imprensa depois da polícia federal americana, o FBI, ter anunciado que estava a investigar novos emails enviados da sua conta pessoal quando desempenhava o cargo de secretária de estado.

Clinton apelou ao FBI que publique todas as informações relacionadas com este novos emails, poucas horas depois do director do FBI, James Comey, ter anunciado que estava em curso uma nova investigação que podia implicar a candidata.

“Apelamos ao FBI para que publique todas as informações de que dispõe. O próprio director Comey salientou que a informação pode não ser significativa, portanto mostrem-na”, disse Hillary Clinton.

Disse igualmente que estava confiante em que este novo escrutínio em nada alterará a conclusão a que o FBI chegou acerca do seu caso em Julho passado.

Na altura Comey disse que Clinton tinha sido “extremamente descuidada” mantendo emails do governo na sua conta pessoal, nas sublinhou que não existiam provas de que ela tivesse partilhado informações secretas com terceiros ou que tivesse tentado esconder o sucedido.

Os novos email agora detectados pelo FBI encontravam-se nos computadores da colaboradora de Clinton, Huma Abedin, e do seu ex-marido Anthony Weiner.

Os líderes republicanos congratularam-se de imediato com o anúncio feiro ontem pelo FBI considerando que se trata de mais uma prova da maneira descuidada como Clinton lida com documentos do governo.

O candidato republicano à presidência, Donald Trump, acolheu com agrado a nova investigação e disse esperar que o FBI “ se redima do erro horrível” feito em Julho.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG