Links de Acesso

Cidadãos acusam polícia guineense de espancamento

  • VOA Português

Edmar Nhaga, coordenador da Liga dos Direitos Humanos no sector de Bissau.

Edmar Nhaga, coordenador da Liga dos Direitos Humanos no sector de Bissau.

A denúncia foi feita pela Liga Guineense dos Direitos Humanos.

A Liga Guineense dos Direitos Humanos denunciou hoje o espancamento de dois cidadãos nacionais por agentes da polícia. Edmar Nhaga, coordenador do sector de Bissau, criticou ainda a protecção que os agentes estão a receber por parte do Ministério da Administração Interna.

Inussa Embaló e Ambrósio Mendes, segundo Nhaga, foram vítimas de agressão física por parte de dois agentes em situações distintas "sem qualquer razão aparente".

Ambrósio Mendes foi espancado por um agente da polícia na sua própria residência, enquanto Inussa Embalo foi alvo da violência de um oficial superior da polícia de quem era motorista particular.

A Liga Guineense dos Direitos Humanos disse ainda que vai assistir judicialmente os cidadãos espancados e as suas famílias na instauração de um processo criminal contra o Estado.

A Liga Guineense dos Direitos Humanos garante todo o apoio jurídico aos cidadãos espancados.

XS
SM
MD
LG