Links de Acesso

Casa-CE anuncia estratégia para chegar ao poder em 2017

  • Manuel José

Abel Chivukuvuku

Abel Chivukuvuku

Abel Chivukuvuku "ataca" interior do país e acredita que MPLA vai perder devido à crise que se aprofunda no país.

O presidente da Casa-CE Abel Chivukuvuku vai iniciar um intenso programa de trabalho nas províncias de Angola como parte de uma estratégia para vecner as eleições de 2017, disse o vice-presidente do partido Lindo Tito.


Ao falar em exclusivo para a Voz da América, à margem de uma conferência de imprensa, Tito adiantou que a própria situação social “caótica” que vivem os angolanos fruto da “ma governação do MPLA” vai ajudar na ascensão da CASA-CE ao poder em 2017. Lindo Bernardo Tito

Lindo Bernardo Tito


"A situação social está cada vez mais difícil,” disse Tito.

“Os angolanos estão a entrar numa fase de saturação completa e tarde ou cedo as consequências da má governação e da não realização da vontade do povo irão manifestar-se de forma muito dramática," acrescentou.


Tito falou igualmente sobre a reconciliação nacional que para a Casa-CE nunca existiu.

"Não existe diálogo, nós temos uma reconciliação nacional do vencedor da guerra e este vencedor impõe a sua vontade e a sua forma de reconciliação que acaba por ser apenas uma acomodação de alguns interesses político-partidários", disse.

O vice presidente da Casa-CE disse que o seu partido tenciona também exigir junto do presidente da Assembleia Nacional que “os debates parlamentares sejam transmitidos em directo nos órgãos de comunicação social"

A CASA-CE prometeu também arrancar com accao de formação junto dos seus militantes já a partir do próximo mês.
XS
SM
MD
LG