Links de Acesso

China irritada com apoios a activista dos direitos humanos


Manifestação em Hong Kong em solidariedade com Ai Weiwei, um dos mais importantes artistas chineses da actualidade

Manifestação em Hong Kong em solidariedade com Ai Weiwei, um dos mais importantes artistas chineses da actualidade

AI Weiwei é um criminoso, dizem as autoridades em Pequim, insistindo que, ao apoiá-lo, os estrangeiros irritam o povo.

O governo chinês está aborrecido com o apoio internacional a um artista e activista dos direitos humanos preso recentemente. Ai Weiwei foi vítima de um aumento da repressão na China, onde as autoridades receiam revoltas semelhantes às que abalam o Médio Oriente e Norte de África.

O porta-voz do Ministério chinês dos Negócios Estrangeiros, Hong Lei, diz que Ai Weiwei é um suspeito criminoso e que “as pessoas estão surpreendidas e irritadas pelas queixas que se ouvem em Washington e outras capitais do Ocidente”.

“Porque razão as pessoas em certos países tratam um suspeito criminoso como um herói”? pergunta Hong Lei, acrescentanto: “Os chineses estão muito insatisfeitos com o apoio estrangeiro a Ai.”

Manifestantes em Hong Kong exigem libertação de Ai Weiwei

Manifestantes em Hong Kong exigem libertação de Ai Weiwei

Horas após as declarações chinesas, Catherine Ashton, alta comissária para os Negócios Estrangeiros da União Europeia, exortou a China a libertar Ai e todos os dissidentes políticos encarcerados.

Adiantou estar preocupada com a deterioração do respeito pelos direitos humanos na China, assim como as restrições cada vez maiores impostas aos jornalistas estrangeiros.

O governo chinês, disse Ashton, deve pôr termo às prisões arbitrárias e ao desaparecimento de pessoas e tratá-las de acordo com as normas internacionais de direitos humanos.

Ai Weiwei é um de muitos activistas chineses presos durante uma nova onda de repressão suscitada por apelos anónimos à realização de protestos semelhantes aos que se verificam nos países árabes.

Mas o caso de Ai Weiwei é extraordinário. Ele é um dos artistas responsáveis pela concepção do Estádio Olímpico de Pequim, conhecido por “Ninho dos Pássaros”, e o seu pai era um famoso poeta revolucionário.

Estádio Olímpico de Pequim, uma das criações de Ai Weiwei

Estádio Olímpico de Pequim, uma das criações de Ai Weiwei

Apesar disso, o artista de 53 anos passou rapidamente de embaixador nacional a vilão. Foi preso há nove dias, acusado de crimes económicos não especificados, quando se preparava para viajar para o estrangeiro para uma exposição.

Hong Lei diz que o anterior estatuto de Ai Weiwei não vale muito e que ele, como suspeito criminoso, será punido nos termos da lei. Não se sabe onde o artista está detido, nem se está a receber tratamento para a diabetes.

Hong também criticou o relatório anual do Departamento de Estado sobre os direitos humanos afirmando que os Estados Unidos devem preocupar-se com o que se passa no seu país, e deixar os outros em paz.

Analistas internacionais dizem que a elite política chinesa acredita que os activistas dos direitos humanos são apoiados por governos ocidentais que pretendem derrubar o regime comunista através de conspirações subversivas.

XS
SM
MD
LG