Links de Acesso

Chikoty pede respeito pela constituição no Congo Democrático

  • Redacção VOA

Ministro dos Negócios Estrangeiros, George Chicoti Chikoti

Ministro dos Negócios Estrangeiros, George Chicoti Chikoti

Partidos e governo deverão seguir a Lei.

O Ministro das Relações Exteriores de Angola, Georges Chikoty, disse que o fim do conflito na Republica Democrática do Congo (RDC) requer que todas as partes respeitem a constituição.

“Esta é a questão essencial”, disse Chikoty para quem “tem que haver o fim da crise” e isso “passa pelo respeito da constituição, tanto pelos diferentes partidos como pelo governo”.

Uma missão do Conselho de Segurança das Nações Unidas visitou Angola para discutir a situação no vizinho Congo Democrático.

Na ocasião, o embaixador francês junto das Nações Unidas, François Delattree, manifestou-se preocupado com o que poderá acontecer na República Democrática do Congo depois do próximo 19 de Dezembro, altura em que termina o mandato presidencial de Joseph Cabila.

O diplomata francês defendeu a necessidade dos cidadãos da RDC concluírem o processo eleitoral com base na Constituição do país.

A missão do Conselho de Segurança das Nações Unidas, que se deslocou a Angola proveniente de Kinshasa integrava o embaixador angolano naquela organização, Ismael Gaspar Martins.

Em Luanda, a missão manteve encontros com o Vice-presidente da República, Manuel Domingos Vicente, e com a primeira vice-presidente da Assembleia Nacional, Joana Lina.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG