Links de Acesso

Chikoti reconhece que negligência tem emperrado cooperação com Moçambique

  • Redacção VOA

Georges Chikoti, ministro angolano das Relações Exteriores

Georges Chikoti, ministro angolano das Relações Exteriores

Ministro angolano das Relações Exteriores iniciou uma visita a Moçambique.

O ministro das Relações Exteriores de Angola reconheceu que os dois países poderiam ter feito muito mais a nível da cooperação bilateral e justificou essa falha com “negligência entre as duas partes”.

Em conferência de imprensa em Maputo depois de uma audiência com o primeiro-ministro moçambicano, Georges Chikoti disse ser preciso perceber "que os países normalmente têm acordos mas o mais importante é estimular estas relações.

Chikoti disse que Moçambique e Angola precisam de acelerar a cooperação e que a distância entre os dois países não pode constituir um obstáculo e apontou como prioritários os sectores energético, agrícola e turístico.

"Nós temos a mesma língua e a mesma história e isso deveria ser um incentivo", declarou o chefe da diplomacia de Luanda, observando que são necessários encontros constantes entre empresários angolanos e moçambicanos.

Em Novembro do ano passado, Angola perdoou metade da dívida moçambicana num total de 30 milhões de milhões de dólares e converteu o valor remanescente em activo económico em Moçambique.

Em Fevereiro, os dois governos assinaram em Maputo um acordo de facilitação de vistos, como forma de dinamizar as relações comerciais no setor privado.

O ministro angolano começou nesta segunda-feira, 9, uma visita a Moçambique.

XS
SM
MD
LG