Links de Acesso

Chevron vai pagar multa a Angola

  • Coque Mukuta

Governo não revela quantia

Sem estipular a sanção nem a data, ficou claro no comunicado publicado esta quarta-feira que a empresa petrolífera norte-americana Chevron vai ser multada devido ao incidente ocorrido no passado dia 01, em Angola no município do Soyo, Província do Zaire.




Em comunicado publicado nesta quarta-feira, o Comité Técnico Executivo do Plano Nacional de Contingências contra Derrames de Petróleo no Mar afirma que como consequência do derrame houve o afundamento de equipamento de perfuração, que provocou um morto.

O acidente ocorreu quando a plataforma "Perro Negro 6" - propriedade da italiana SAIPEM, mas ao serviço da Chevron -, se afundou, depois de o solo marítimo sob um dos três apoios ter escapado durante uma operação de posicionamento da estrutura.

No momento do incidente encontravam-se 103 trabalhadores a bordo, seis dos quais ficaram feridos e um, de nacionalidade búlgara, foi dado como desaparecido.
Segundo o secretário executivo do Comité Técnico Executivo, Júlio Inglês, a Chevron, empresa norte americana vai mesmo ser notificada e multada para "de imediato dar início a negociações sobre as infrações e a remoção do equipamento afundado" disse.

Aquele técnico, acrescentou que a empresa norte-americana vai ainda ser notificada para a realização de "um plano de visitas de auscultação e auditoria às plataformas de petróleo e gás que operam no país, para avaliar os mecanismos de controlo, prevenção e monitorização ambiental".

O equipamento que se encontra afundado foi construído em 2009, na Indonésia, e estava alugado à Chevron até 2015, para prospeção no município do Soyo, província do Zaire, norte do país.

O incidente ocorreu perto da foz do rio Congo, entre as costas de Angola e da República Democrática do Congo.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG