Links de Acesso

Cessar-fogo no Iémen


Militantes leais aos rebeldes huthis, Sanaa, Iémen.

Militantes leais aos rebeldes huthis, Sanaa, Iémen.

O Iémen vai observar um cessar-fogo de 72 horas, a partir da noite desta quarta-feira, 19, anunciou a Organização das Nações Unidas (ONU).

A trégua poderá ser renovada, disse o mediador da ONU para o Iémen, Ismaïl Ould Cheikh Ahmed, acrescentando que obteve o compromisso de "todas as partes" envolvidas na guerra civil no país.

A AFP escreve que o Presidente iemenita, Abd Rabo Mansur Hadi, aceitou o cessar-fogo de 72 horas, “que pode ser prorrogado se a outra parte cumprir".

O cessar-fogo prevê a instalação de um comité de observação e o fim ao cerco da cidade de Taez.

No domingo (17), Estados Unidos, Reino Unido e ONU pediram ao governo iemenita e aos rebeldes xiitas que firmassem um cessar-fogo.

No Iémen, a guerra fez cerca de sete mil mortes desde Março de 2015. A ONU diz que cerca de metade são civis.

Os rebeldes huthis controlam, desde 2014, a capital, Sanaa, e outras regiões do país, obrigando o governo a se exilar.

Em 2015, uma coaligação árabe dirigida pela Arábia Saudita lançou uma operação militar para apoiar as forças leais ao governo.

XS
SM
MD
LG