Links de Acesso

Centenas de guineenses pedem a demissão do Presidente da República

  • Lassana Casamá

Bissau recebeu protesto pacífico

Movimento de Cidadãos Conscientes e Inconformados e outras organizações responsabilizam José Mário Vaz pela crise política actual

Cerca de três dezenas de guineenses pediram nesta quinta-feira, 23, a demissão do Presidente da República numa manifestação em Bissau.

Liderados pelo Movimento de Cidadãos Conscientes e Inconformados e sob um expressivo cordão policial, os manifestantes percorreram a principal avenida de Bissau com frases e diferentes dísticos contra José Mário Vaz, a quem responsabilizam pela crise politica no país

“É por valor da democracia que estamos aqui a lutar e a nossa luta nunca vai parar, custe o que custar, se quiserem que nos matem, mas nós vamos continuar a luta porque sabemos que um dia vamos morrer e se morremos pela nossa luta pelo menos que as nossas marcas de luta fiquem vincadas na sociedade guineense”, disse o porta-voz do movimento, Sumaila Djaló,

Nelvina Barreto, activista guineense
Nelvina Barreto, activista guineense

Miguilan, uma das organizações femininas aliadaa às causas do Movimento de Cidadãos Conscientes e Inconformados, apresenta também os argumentos que, na sua opinião, justificam a renúncia de José Mário Vaz, Chefe de Estado guineense.

“Estamos a pedir a demissão de Sua Excelência o senhor Presidente da República por ter demostrado, pela sua conduta e actuação, que é incapaz de responder os anseios de quem nele depositou confianças e hoje queremos dizer, em alto e bom som, basta Sr. Presidente da Republica, faça favor, saia e convoque eleições gerais antecipadas”, pediu Nelvina Barreto, coordenadora da Miguian.

Não houve qualquer incidente durante a manifestação.

XS
SM
MD
LG