Links de Acesso

Mais de uma centena de incidentes deixa 14 mortos no Natal em Angola

  • Redacção VOA
  • Armando Chicoca
  • Isaías Soares

Luanda

Luanda

Malanje e Namibe registam duas violações de menores.

A Polícia Nacional de Angola revelou que 14 pessoas morreram e 107 diversos crimes foram registados durante as comemorações de Natal em todo o país.

Cinco das mortes resultaram-se de 51 acidentes de viação e nove por afogamento, de acordo com o subcomissário Orlando Bernardo.

No capítulo da criminalidade, foram registados 107 casos diversos, que resultaram na prisão de 92 pessoas, com Luanda a liderar com um total de 28 incidentes.

O Serviço de Proteção Civil e Bombeiros notificou de 16 incêndios, nas províncias de Luanda, Cabinda, Huambo, Benguela, Moxico e Bié.

Violação de menor no Namibe e Malanje

Na província do Namibe, o porta-voz da Polícia Nacional revelou o registo de sete crimes de natureza diversa, sendo o mais grave a violação de uma menor de 14 anos de idade, cujos presumíveis autores foram detidos.

No domínio da sinistralidade rodoviária foram registados três acidentes de viação, que causaram ferimentos num cidadão, de acordo com o inspector Ernesto Calianguila,

Por seu lado, o Administrador Municipal de Moçâmedes, João José Guerra de Freitas, disse que a cidade capital acordou limpa porque "o povo comportou-se bem durante a festa natalícia”.

De referir que um bom número de turistas procuraram a praias da província para passar as festas.

Em Malanje, a Polícia Nacional registou 13 crimes de natureza diversa nos municípios de Malanje, Calandula e Marimba, dos quais oito esclarecidos com 11 indivíduos detidos como presumíveis autores.

O director do Gabinete de Comunicação Institucional, inspector-chefe Junqueira António, revelou o caso de violação de uma menor de 15 anos, furtos, posse de droga, roubos e danos em viaturas

Aquele responsável apontou o consumo excessivo de bebidas alcoólicas, brigas entre familiares ou amigos e excessos de velocidade como causas dos casos que deram entras nas unidades hospitalares de Malanje.

O banco de urgência de cirurgia e ortopedia e do Hospital Regional de Malanje registou a entrada de 29 pessoas.

A Polícia Nacional revelou, a nível nacional, ter distribuído 2.753 patrulhas a pé, 464 patrulhas em carros, 154 patrulhas motorizadas, seis patrulhas aéreas, mais de 3.000 em postos fixos e 71 esquadras móveis.

Para garantir a segurança durante o Natal foram mobilizados 100 mil homens.

A sua Opinião

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG