Links de Acesso

Cedeao pede fim das sanções contra a Guiné-Bissau

  • Alvaro Ludgero Andrade

Dramani Mahama, Presidente do Gana, na Guiné-Bissau por ocasião das Eleições Gerais de 13 de Abril de 2014

Dramani Mahama, Presidente do Gana, na Guiné-Bissau por ocasião das Eleições Gerais de 13 de Abril de 2014

Dramani Mahama revelou ter deixado claro aos militares a sua missão e lealdade em relação ao Estado, sem qualquer interferência na vida política.

Numa visita de cerca de 10 horas o Presidente em exercício da Cedeao reuniu-se com todos os actores intervenientes no actual processo de transição do país e disse acreditar num genuíno engajamento de todos no regresso do país à normalidade.

Dramani Mahama revelou ter deixado claro aos militares a sua missão e lealdade em relação ao Estado, sem qualquer interferência na vida política.

Por considerar estarem criadas as condições para o regresso do país à vida deocrática e à normalidade, o presidente em exercício da Cedeao pediu à comunidade internacional a suspensão das sanções impostas há cerca de dois anos.

Ao falar a jornalistas aqui em Bissau, Dramani Mahama considerou que cabe aos guineenses decidirem o seu futuro e depende dos seus responsáveis políticos trabalharem em conjunto para garantir a estabilidade que o país necessita.

O Presidente da Cedeao revelou ter abordado recentemente em Bruxelas o Presidente da União Europeia e outros líderes do velho continente sobre a situação da Guiné-Bissau e todos manifestaram o seu desejo de ajudar o país após o seu regresso à nornalidade constitucional.
XS
SM
MD
LG