Links de Acesso

Católicos lançam apelo à paz em Moçambique

  • Ramos Miguel

Francisco Chimoio, arcebispo de Maputo

Francisco Chimoio, arcebispo de Maputo

Arquidiocese de Maputo celebra jubileu este domingo.

Os apelos à paz vão dominar as celebrações, no próximo domingo, 6, do jubileu da arquidiocese de Maputo, que contarão com a participação de milhares de pessoas, vindas de todo o país, no estádio da Machava.

O arcebispo de Maputo, Dom Francisco Chimoio, disse à VOA que o objectivo das celebrações dos 75 anos desta arquidiocese vai exaltar os feitos da Igreja Católica em Moçambique, mas também, e acima de tudo, orar pela paz no país.

O dirigente religioso destacou que "enquanto nós não estivermos em paz, é difícil andar e trabalhar livremente, e os investidores também terão receio de vir ao nosso país".

Portanto, adianta, "nas celebrações pediremos a paz e às pessoas que têm o poder de decidir que sejam verdadeiramente orientados e guiados pelo espírito do Senhor".

A Igreja Católica defende que a paz deve resultar de um diálogo construtivo e que não se realize apenas ao nível das lideranças, mas também ao nível mais baixo, das bases, para que seja mais abrangente.

O apelo do clero surge numa altura em que o diálogo político entre o Governo de Moçambique e a Renamo encontra-se interrompido.

A 4 de Setembro de 1940 foi criada a província eclesiasta de Lourenço Marques, hoje Maputo, composta pela arquidiocese do mesmo nome, com as dioceses da Beira e Nampula.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG