Links de Acesso

Oposição angolana minimiza importância de remodelação governamental

  • Manuel José

José Eduardo dos Santos

José Eduardo dos Santos

Casa-CE diz que o "problema" é o Presidente José Eduardo dos Santos.

Os principais partidos na oposição em Angola não esperam nada de novo do Governo, depois das mexidas feita pelo Presidente José Eduardo dos Santos durante o fim-de-semana.

A Casa-Ce considera que Jose Eduardo dos Santos devia demitir-se ao invés de fazer mexidas constantes dos seus colaboradores, enquanto a Unita acusa Santos de ter perdido o norte por estar sem ideias.

Manuel Fernandes, vice-presidente da coligação, diz que as mexidas de nada resultam, já que o problema de Angola chama-se Jose Eduardo Dos Santos.

''Isto revela um certo desnorte e reflexo de que as coisas devem mudar, por mais que se aponte o dedo aos seus colaboradores, o problema está numa pessoa: José Eduardo dos Santos, Presidente da República há 40 anos de poder, é demais, já não tem nada para oferecer aos angolanos, está cansado deve ir descansar'', afirma Fernandes.

Para a Unita, a remodelação governamental mostra que José Eduardo dos Santos“está sem ideias para os problemas do país".

O porta-voz do maior partido da oposição, Alcides Sakala aponta exemplos de como o MPLA começa a fragilizar-se por dentro.

“Já começamos a notar tomadas de posição de dirigentes a criticarem a gestão do país como aconteceu com o governador de Benguela", aponta.

O Presidente angolano substituiu no fim de semana cinco ministros, o governador do Banco Nacional de Angola e o governador do Kwansa Norte.

Foram exonerados três secretários de Estado e nomeados três vice-governadores para Luanda.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG