Links de Acesso

CASA quer investigação a distúrbios na Lunda Norte

  • Redacção VOA

Partido envia parlamentares à zona onde garimpeiros foram mortos em confrontos com a polícia

O terceiro maior partido da oposição angolana, a CASA CE, exigiu que os responsáveis “directos e indirectos” pela recente onda de violência na Lunda Norte sejam levados á justiça.

Num comunicado a CASA CE disse que contrário do que a polícia disse mais de duas pessoas morreram nos confrontos em que a “acção armada” das forças de segurança se prolongou “por mais de uma hora”.

A CASA CE descreveu as acções da polícia como um crime "hediondo" e disse com efeito que o numero de vitimas poderá ser maior do que aquele mencionado pela policia.

Noticias anteriores de fontes na região disseram que sete pessoas morreram nos confrontos entre garimpeiros e forças de segurança, incluindo dois policias. Um posto policial teriam tamvbem sido destruído bem como algumas viaturas

A Polícia Nacional disse cerca de 800 pessoas se tinham envolvido numa “onda de vandalismo” depois de garimpeiros ilegais terem sido interpelados pela polícia.

De acordo com o superintendente-chefe Leonardo Bernardo, do Comando Provincial da Lunda Norte da Polícia Nacional, ao serem "interpelados", estes garimpeiros "insurgiram-se contra as forças policiais".

"Os disparos efetuados culminaram com a morte de dois cidadãos [garimpeiros]e também ferimentos a um agente do comando municipal da Polícia Nacional de Xá-Muteba, que se encontrava a operar na área", disse o oficial.

A CASA CE disse no entanto que mais garimpeiros poderão ter morrido alguns afogados no rio Cuango enquanto outros se encontram “desaparecidos nos matagais”.

O partido disse ainda que o estao igualmente presas 10 pessoas “cujo numero poderá se elevar pelo clima de tensão pravelecente na vila e arredores”.

A policia tinha anteriormente afirmado estarem detidas nove pessoas.

O conselho presidencial daquela formação diz também que "não descarta a hipótese" de levar o assunto a debate no parlamento, além de "condenar com veemência" o que apelidou de "acto bárbaro contra os pacatos cidadãos, privados de usufruírem dos parcos meios que a terra lhes proporciona para escaparem da morte por fome e miséria".

A CASA CE fez deslocar para a região uma delegação com dois deputados à Assembleia Nacional par a ivnestigar no localo ocorrido.

XS
SM
MD
LG