Links de Acesso

Casa-CE diz estar chocada com condições no interior de Malanje

  • Isaías Soares

Sede da Casa-CE no municipio da Cunda-Dia-Base, Malanje.

Sede da Casa-CE no municipio da Cunda-Dia-Base, Malanje.

Secretário provincial diz que o administrador de Cunda-Dia-Base não aplica programa de redução da pobreza.

As populações do município do Cunda-Dia-Base, a cerca de 200 quilómetros a nordeste de Malanje, enfrentam dificuldades sociais desde o sector da saúde ao da justiça, precisou esta terça-feira, 19, o secretário-executivo provincial da Casa-CE.

Carlos Xavier Luís Lucas, que se encontra desde o fim-de-semana naquela localidade, disse haver pouco empenho por parte da administração municipal na execução prática do Programa Municipal Integrado de Desenvolvimento Rural e Combate à Pobreza.

O secretário-executivo confirmou qu,e após o tradicional encontro de cortesia com o administrador municipal, João Majiki-Jiki, encontraram enormes dificuldades no hospital, cujo corpo clínico é “extremamente reduzido”.

A maioria da juventude no Cunda-Dia-Base está votada ao desemprego e, além disso, muito jovens não possuem documentos de identidade. Por outro lado, o serviço do registo civil não funciona, o que causa transtornos à população.

“Chegamos ao posto de registo civil, infelizmente encontramos a porta fechada e não havia ninguém que nos pudesse fornecer uma explicação a este respeito”, exemplificou.

Um cidadão local, José Pedro, de 27 anos de idade, disse que tem enormes dificuldades porque não consegue obter um Bilhete de Identidade.

Outro cidadão, Manuel António, há muito que aguarda pelo Bilhete de Identidade e por isso, não estuda.

O político da CASA CE disse que a população do município do Cunda-Dia-Base, subdividida pelas comunas sede, Lemba e Milando, vive em de péssimas condições e a energia eléctrica é comercializada para pouco menos de 15 consumidores com uma cobrança de 1.500 kwanzas apesar dos cortes constantes.

XS
SM
MD
LG