Links de Acesso

UNITA dá cartão vermelho a Santos e CASA CE diz que deputados foram humilhados

  • Manuel José

Assembleia Nacional, Angola

Assembleia Nacional, Angola

MPLA acusa a oposição de não conhecer o seu papel.

Os deputados da UNITA exibiram o cartão vermelho, enquanto o Presidente da República discursava sobre o estado da Nação, e o seu líder, Isaías Samakuva, promete reagir amanhã.

A CASA-CE, segunda força partidária na oposição, queixa-se de que os deputados foram humilhados na Assembleia Nacional a mando de José Eduardo dos Santos.

Leonel Gomes, deputado da CASA-CE

Leonel Gomes, deputado da CASA-CE

''Hoje foi institucionalizada no país a ditadura de uma só pessoa onde os deputados foram humilhados, obrigados a descer do carro e a caminharem a pé até ao Parlamento, a mando de José Eduardo dos Santos'', denunciou Leonel Gomes, secretário-geral e deputado da CASA-CE.

Quanto ao discurso, Gomes disse que "o Presidente falou de um país inexistente" e perguntou "como é que ele pode dizer que o Índice de Desenvolvimento Humano de Angola pode superior ao dos países da África subsariana, quando Angola tem milhares de desempregados e onde o cidadão é perseguido pela polícia e os fiscais?"

João Pinto, deputado do MPLA

João Pinto, deputado do MPLA

Já o MPLA, na voz do seu parlamentar João Pinto, pensa que o discurso de Santos convenceu a todos.

''Um discurso eloquente, muito realista de um estratega de um homem que conhece'', defendeu Pinto, para quem a oposição não tem moral para criticar.

''A oposição é desorganizada, não sabe bem o seu papel, não tem sentido de Estado, enquanto o Presidente falava a UNITA exibia cartão vermelho o que mostra bem a baixeza moral e típica, não têm autoridade moral de criticar alguém'', concluiu aquele deputado.

A UNITA, cujos deputados mostraram um cartão vermelho enquanto o Presidente discursava, promete reagir amanhã através do seu líder Isaías Samakuva.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG