Links de Acesso

Cabo Verde e o julgamento do caso "Lancha Voadora"

  • Eugénio Teixeira

Cidade da Praia

Cidade da Praia

15 arguidos vão a julgamento na próxima segunda feira, 18

Os arguidos do famoso caso “Lancha Voadora”, começarão a ser julgados na próxima segunda feira, 18 do corrente.

Trata-se de um julgamento aguardado com enorme expectativa, tendo em conta o número de arguidos, entre eles, o antigo presidente da bolsa de valores e o volume de drogas e outros materiais apreendidos.


Para o julgamento do caso “Lancha Voadora” nomeou-se um colectivo de três juízes, situação acontece pela primeira vez no país, julgamento que segundo consta, poderá ser realizado fora das instalações do tribunal da Comarca da Praia.

A operação "Lancha Voadora" veio a tona a 8 de Outubro de 2011, quando a Polícia Judiciária cabo-verdiana fez a maior apreensão de sempre de drogas no arquipélago cabo-verdiano.

Na altura, a Polícia cientifica de Cabo Verde apreendeu 1,5 toneladas de cocaína, em elevado estado de pureza, que foi incinerada; milhares de euros e outras moedas sul-americanas e milhões de escudos cabo-verdianos em notas, assim como confiscou cinco viaturas topo de gama, três jipes, duas "pick-up", uma "moto-quatro" e várias armas e munições.

Na sequência das investigações, o Tribunal da Comarca da Cidade da Praia decretou a prisão preventiva do então presidente da Bolsa de Valores de Cabo Verde, Veríssimo Pinto, que se juntou a mais quatro pessoas entretanto já em prisão preventiva na Cadeia Central da Praia, capital cabo-verdiana.

Numa recente entrevista concedida à VOA, o procurador-geral de república, Júlio Martins, destacava a excelente colaboração da PJ em matéria de investigação da criminalidade.

Outro aspecto ressalvado por Júlio Martins, prende-se com a introdução no direito cabo-verdiano, de normas que visam reforçar o combate à criminalidade, com realce para o tráfico de drogas e branqueamento de capitais.

O famoso caso “Lancha Voadora”, cujos 15 arguidos vão a julgamento na próxima segunda feira, 18, julgamento que contará com um colectivo formado por 3 juízes, situação que acontece pela primeira vez no arquipélago.
XS
SM
MD
LG