Links de Acesso

Candidatos a secretário-geral da ONU começam a ser entrevistados

  • Redacção VOA

António Guterres

António Guterres

António Guterres ouvido hoje.

O antigo primeiro-ministro português e ex-Alto Comissário para os Refugiados da ONU António Guterres vai ser entrevistado nesta terça-feira, 12, em Nova Iorque no dia em que arranca o processo de escolha do futuro secretário-geral da organização.

Esta é a primeira vez que o líder da ONU é escolhido através de um processo aberto a todos que quiserem candidatar-se ao cargo e no qual os candidatos apresentarão as suas propostas à Assembleia-Geral e serão submetidos ao escrutínio dos Estados-membros.

A audição começa com o ex-primeiro-ministro e até há pouco responsável pela diplomacia do Montenegro, Igor Luksic, seguindo-se a directora-geral da Unesco, a búlgara Irina Bokova.

António Guterres encerra o ciclo de entrevistas de hoje.

Na quarta-feira, 13, serão ouvidos o ex-presidente esloveno, Danilo Turk, a ex-vice-presidente e ex-ministra dos Negócios Estrangeiros da Croácia, Vesna Pusic, e a ex-ministra da Moldávia Natalia Guerman, que ocupava a mesma pasta.

Na quinta-feira as audições foram reservadas para o macedónio Srgjan Kerim, que presidiu à Assembleia geral da ONU entre 2007 e 2008, e à ex-primeira-ministra da Nova Zelândia, Helen Clark, que oficializou a candidatura na semana passada.

No processo participam as Nações Unidas, mas também, pela primeira vez, várias organizações não-governamentais e entidades da sociedade civil vão estar presentes para colocar questões e entrevistar os candidatos.

Cada candidato vai dispor de duas horas para expor as suas propostas aos representantes da ONU e às distintas organizações não-governamentais e depois daquele encontro também poderá falar com os órgãos de comunicação social.

XS
SM
MD
LG