Links de Acesso

Candidatos as casas das centralidades de Luanda estão furiosos

  • Manuel José

Angola Luanda Kilamba

Angola Luanda Kilamba

Candidatos as casas das centralidades de Luanda estão furiosos com a SONIP, por causa da demora na entrega de suas residências.

Uma centena de candidatos concentrou-se defronte a sede da SONIP, para reivindicar a entrega de suas propriedades, meses depois de terem feito o pagamento da primeira tranche anual de 12 mil dólares.


A manifestação obrigou a SONIP a realizar uma conferencia de imprensa no inicio do fim-de-semana, para acalmar os manifestantes.

O Presidente do Conselho de Administração Sonangol Francisco de Lemos garantiu aos clientes que todos vão receber as suas casas, pediu apenas alguma paciência as pessoas.

"Vamos atender a toda gente precisamos 'e de alguma paciência, soa doze mil clientes, não será resolvido em 2 meses".

Pela DELTA Imobiliária, empresa encarregue pela comercialização das casas, Paulo Cascão apresentou as três opções para os clientes que se inscreveram para adquirir casas do tipo T3, em falta neste momento.

A primeira, devem os candidatos pagar um diferencial de oito mil dólares e ficar com casas T5, uma segunda opção, aguardar até que as futuras casas T3 estejam prontas em qualquer outra centralidade de Luanda, uma terceira saída, aceitar solicitar a devolução dos valores já pagos.

"A SONIP estará disponível a devolver o dinheiro dos candidatos que não queiram as duas primeiras opções, acrescidas de taxas de juros legais praticadas no mercado".

A Voz da América quis saber como os candidatos as casas acolhem as opções de solução da SONIP, a resposta não foi positiva.

N'asser que se vai casar em breve acha descabida a atitude da SONIP.

"Fazer a entrega de casas T5 para quem se candidatou para a compra de T3 'e um absurdo, vou me casa em Novembro e não pretendo viver em casa de renda, eu paguei confiei na SONIPdisseram que a entrega seria imediata, defraudou as minhas expectativas".

O candidato diz que já não sabe o que vai fazer com o casamento que está para breve.

"Sinto-me frustrado porque fiz planos já pedi transferência no serviço para os lados do Kilamba, cada dia que passa sinto-me sem esperanças".

Niurka, outra candidata a uma casa T3 no Kilamba diz não acreditar na seriedade da SONIP.

"Tenho quase certeza que eles não vão devolver o dinheiro assim do dia pra noite porque a SONIP só sabe dar voltas as pessoas"

O João garante que pagou em Fevereiro, passados sete meses continua a aguardar pelas chaves da sua casa em Cacuaco.

"Estou a espera desde Fevereiro, vamos lá ver quando começarem a entregar as casas se sou contemplado"

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG