Links de Acesso

Candidato à presidência do MPLA necessita de duas mil assinaturas

  • Redacção VOA

Anúncio foi feito hoje pelo partido.

Os potenciais candidatos à presidência do partido no poder em Angola, MPLA, necessitam de pelo menos duas mil assinaturas dos militantes para concorrerem.

Em nota enviada às redacções, o Secretariado do Bureau Político do Comité Central do partido definiu ainda que daquele total de assinaturas, cada província deve ter, no mínimo, 100 entre os militantes inscritos.

Aquele órgão pede na nota que “todos os militantes já eleitos e aos que pretendam candidatar-se que o façam, no espírito do reforço da democracia interna, da unidade e da coesão no seio do MPLA”.

O documento não refere ao prazo para a apresentação de candidaturas à liderança do MPLA.

O congresso acontece de 17 a 20 de Agosto, mas desconhece-se se José Eduardo dos Santos, no cargo desde 1979, irá concorrer ou não.

A 11 de Março, Santos anunciou que deixará a vida pública em 2018, sem, no entanto, especificar se deixar agora a presidência do partido agora ou se não ou candidato à Presidência da República em 2017.

Tanto os potenciais candidatos à liderança do partido como os candidatos a primeiros-secretários municipais e provinciais do MPLA devem apresentar as suas propostas às sub-comissões de candidaturas.

As conferências municipais e provinciais terão lugar de 21 a 30 de Abril e de 18 a 25 de Maio, respectivamente.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG