Links de Acesso

Uma vacina experimental contra o ébola, desenvolvida no Canadá, começa a ser testada em humanos, na expectativa de ser produzida em larga escala para conter a epidemia da febre hemorrágica que se alastra pelo mundo, informou a ministra canadiana da Saúde, Rona Ambrose.

Na primeira fase de testes clínicos, a vacina vai ser administrada a 20 voluntários do Instituto de Pesquisas do Exército Walter Reed, nos Estados Unidos, para calibrar a dosagem, a eficácia e eventuais efeitos colaterais do imunizante.

Os resultados iniciais da vacina, denominada VSV-EBOV, e desenvolvida por pesquisadores do Laboratório Nacional de Microbiologia em Winnipeg, devem estar disponíveis em Dezembro, explicou Rona Ambrose, em conferência de imprensa. A governante canadense disse esperar que “pesquisas avançadas sobre esta vacina experimental ajudem a responder a esta crise global".

Em Agosto passado, o Canadá forneceu quase mil doses da vacina para a Organização Mundial da Saúde, mas elas permaneceram em Winnipeg e a OMS não decidiu ainda se vai usá-las ou não.

Mais sobre o Ébola

XS
SM
MD
LG