Links de Acesso

Canadá deixa de fazer ataques aéreos contra o grupo Estado Islâmico


 Justin Trudeau

Justin Trudeau

Canadá vai terminar, este mês, os seus ataques aéreos alvos do grupo Estado Islâmico no Iraque e Síria.

O Primeiro-ministro Justin Trudeau disse, ontem, que, no dia 22 deste mês, os seis aviões de guerra canadianos retornam ao país, em cumprimento à promessa que fez antes da sua eleição, em 2015.

Trudeau disse que a campanha de ataques aéreos da coligação liderada pelos Estados Unidos é importante para alcançar ganhos a curto prazo, mas não para a estabilidade a longo termo das comunidades afectadas.

O Canadá continuará a ter aviões de reconhecimento e reabastecimento nos esforços da coligação.

Por outro lado, Trudeau disse que o seu governo irá aumentar o número de tropas que treinam combatentes curdos no norte do Iraque e que a sua presença militar na região continuará, pelo menos, até finais de Março deste ano.

A Casa Branca informou que Trudeau e o Presidente Barack Obama falaram ao telefone, na segunda-feira, tendo citado recentes ganhos contra o grupo Estado Islâmico no Iraque e Síria.

XS
SM
MD
LG