Links de Acesso

Campo de concentração em Cabinda, denuncia nacionalista

  • Redacção VOA

O centro existe há quase dois anos e tem cerca de 4.000 presos

Milhares de cabindenses estão internados num campo de concentração em Cabinda, disse um nacionalista daquela província angolana.





O campo está situado na região do Yabi, disse o general Bonifácio Zenga Mambo, que chefia uma missão negocial para contactos com o governo e com outras sensibilidades políticas e diplomáticas na capital angolana sobre o problema sobre de Cabinda.

Mambo disse à Voz da América que o governo confinou na zona do Yabi mais de 4 mil elementos da FLEC raptados tanto na República Democrática do Congo como no Congo Brazzaville e até mesmo no interior do enclave.

O cmapo existe “há quase dois anos”, disse

Zenga Mambo considera um absurdo haver gente presa ao mesmo tempo que se fala da pacificação do enclave.

O general Zenga Mambro e sua delegação estão em Luanda onde tentam convencer o governo a renegociar o Memorando de Paz para Cabinda assinado em 2006 pelo governo e pelo general Bento Bembe em representação de uma das facções da FLEC.
XS
SM
MD
LG