Links de Acesso

Cabo-verdianos vão a votos a 20 de Março

  • Redacção VOA

Presidente da Repúblca anunciou hoje data das eleições legislativas.

As eleições legislativas de Cabo Verde realizam-se a 20 de Março de 2016, anunciou o Presidente da República há momentos.

A decisão de Jorge Carlos Fonseca foi tomada tendo em conta, segundo o próprio, a necessidade de uma participação massiva dos eleitores e de não coincidir com a Páscoa, que se assinala a 27 de Março.

Na comunicação de cinco minutos feita há momentos no Palácio da Presidência, Fonseca apelou os cabo-verdianos a se recensearem e a se engajarem no processo eleitoral.

"A minha decisão vai, pois, no sentido de marcar as eleições gerais para um domingo situado no período imediatamente a seguir ao final do mandato desta legislatura, garantindo o desiderato de nem as eleições, nem a campanha eleitoral, coincidirem com nenhuma grande manifestação cultural ou religiosa e potenciando uma boa afluência às urnas", defendeu o Chefe de Estado.

Jorge Carlos Fonseca disse esperar que as eleições aconteçam "num ambiente que se deseja e se espera seja de liberdade, de sã e justa competição democrática, prestigiando-se e reforçando-se a nossa democracia, condição primeira de afirmação crescente no nosso Cabo Verde de um estado de direito moderno, de um país cada vez mais livre, competitivo e justo".

Antes da marcação das eleições, o Presidente da República ouviu os partidos políticos, sindicatos, patronato, organizações da sociedade civil e personalidades várias.

Nas legislativas de 20 de Março 2016, o PAICV tenta o seu quarto mandato consecutivo, depois de ter vencido as três últimas eleições sob o comando de José Maria Neves.

Agora, o partido da Independência é presidido por Janira Hoffer Almada que, caso vença, será a primeira mulher a ocupar a Chefia do Governo no arquipélago.

O MpD, depois de 10 anos à frente dos destinos do Executivo logo após as primeiras eleições democráticas em 1991, após tudo em quebrar essa hegemonia.

Actual presidente da Câmara Municipal da Praia, Ulisses Correia e Silva tenta assim regressar ao poder depois de 15 anos na oposição.

Ucid, com apenas dois deputados em 72, PSD, PTS e Partido Popular, cuja legalização foi confirmada hoje pelo Supremo Tribunal de Justiça, são os outros partidos concorrentes.

Em 2016 serão realizadas também eleições locais, no Verão, e presidenciais, no último trimestre do ano.

XS
SM
MD
LG