Links de Acesso

Cabo-verdianos atraídos pelo mercado angolano

  • Eugénio Teixeira

Angola Baía de Luanda

Angola Baía de Luanda

Embaixada de Angola na Praia regista aumento de pedido de vistos.

Com o término da guerra, cidadãos de vários países têm procurado Angola para trabalhar.

Alguns cabo-verdianos também seguiram essa pisada, rumando para terras angolanas, na perspectiva de encontrar uma oferta de emprego, tendo em conta a falta de oportunidade de trabalho no arquipélago, numa altura em que o país regista cerca de seis mil jovens licenciados no desemprego.

Nilton César, que antes trabalhava numa agência marítima na cidade da Praia, vive em Angola há cerca de cinio anos, onde trabalha ligado à área do comércio.

De regresso ao país para curtas ferias, Nilton César disse à VOA que a experiência de trabalhar em terras angolanas tem sido interessante.

Para as pessoas que ainda tentam uma oportunidade de trabalho em Angola, o nosso entrevistado aponta algumas áreas que em seu entender podem ser exploradas.

Segundo Nilton César, já se nota a intenção das autoridades locais em direccionar o processo de desenvolvimento para outras províncias, daí o aparecimento de novas oportunidades de trabalho.

Sobre o pedido de vistos de entrada em Angola, a responsável da secção consular na embaixada da Praia Dejalma Maria Miale fala de um ligeiro aumento na procura, sobretudo nesta época do ano.

XS
SM
MD
LG