Links de Acesso

PAICV prepara-se para autárquicas em Cabo Verde

  • Eugénio Teixeira

Janira Hopffer Almada, presidente do PAICV

Janira Hopffer Almada, presidente do PAICV

Janira Hoppfer Almada diz continuar disponível para servir o partido e o país.

Em Cabo Verde, depois da derrota nas eleições legislativas do passado 20 de Março, o PAICV vai tentar ser o partido mais votado nas autárquicas de 4 de Setembro.

O maior partido da oposição pretende apresentar listas de candidatos fortes, pessoas com perfil e capacidade para ganhar, com o intuito de fazer uma gestão municipal ao serviço das populações e o desenvolvimento dos municípios.

A líder do PAICV, Janira Almada, propõe apresentar candidatos com visão e conhecimento do respectivo município, por isso espera merecer a confiança dos eleitores nas autárquicas que se avizinham.

Para garantir o equilíbrio e a consolidação da democracia, a presidente almada considera importante a vitória do PAICV nas eleições que visam escolher os presidentes de Câmaras, Assembleias, vereadores e deputados municipais.

“Eu sempre disse que tenho uma confiança ilimitada no povo cabo-verdiano, pela sua capacidade de análise, perspicácia e também na distribuição de poderes que tem feito”, realça Almada.

No entender da responsável máximo do partido que governou o arquipélago nos últimos 15 anos, a repartição de poderes contribui para a consolidação da própria democracia, dai acreditar uma vez mais na capacidade de escolha dos cabo-verdianos.

Sobre as presidenciais, Janira Hoppfer Almada prefere ainda não avançar nada, afirmando que o partido está neste momento concentrado e com energias nas eleições locais.

Quanto ao seu futuro político, caso o partido da estrela negra não sair vitorioso das eleições agendadas para 4 de Setembro, Janira Almada garante que ficará tranquila e disponível para continuar a servir o PAICV e Cabo Verde.

“Não estou apegada a nenhum cargo, estou na política por missão, a cumprir o dever para com o meu país e partido, e como sempre disse, quem deve decidir o futuro do partido são os militantes. O que posso avançar, é que estou e estarei sempre disponível para servir Cabo Verde e o PAICV independentemente da função”, assegurou Janira Hopher Almada.

O analista político Daniel Medina considera que o MPD está neste momento cheio de gás para as autárquicas como provam os vários disponíveis para liderar as listas.

No entanto, o professor universitário avança que ainda tudo esta em aberto e vai depender da dinâmica e mensagem que cada um apresentar no sentido de convencer os eleitores.

Na lógica do que tem sido prática, Daniel Medina também é de opinião que a repartição de poderes reforça a democracia, mas afirma que a decisão sempre cabe ao povo.

Com o desfecho das autárquicas e caso o PAICV perder, Medina diz que, em situação normal, um líder que perder duas eleições deve colocar o cargo à disposição.

Ainda assim, Daniel Medina considera que Janira Hopher Almada se afigura como a pessoa melhor posicionada para liderar o PAICV nos próximos tempos.

XS
SM
MD
LG