Links de Acesso

José Maria Neves defende debate aprofundado sobre Cabo Verde

  • Eugénio Teixeira

José Maria Neves

Sem se pronunciar sobre o novo Executivo, "por motivos éticos" cdiz não ter visto alternativas aos programas do seu Governo

Após ter deixado o cargo de primeiro-ministro de Cabo Verde em Abril do ano passado, José Maria Neves regressou à vida pública activa com o lançamento da fundação com o seu nome no passado sábado, 8.

Neves escusa-se a tecer comentários sobre o Governo actual, alegando motivos éticos, por considerar que o Executivo está a dar os primeiros passos.

Contudo, não deixa de fazer reparos sobre a forma como alguns temas foram tratados, nomeadamente o programa Casa para Todos, o fim do Novo Banco, os projectos do chamado "Cluster do Mar", entre outros considerados pelo seu Governo de "estruturantes desenvolvidos nos últimos tempos”.

Para José Maria Neves, o actual Executivo ainda não apresentou nenhuma novidade na sequência das mudanças introduzidas, exemplificando que acabou com o "Cluster do Mar" e fala agora da aposta na economia marítima, o que, para o antigo primeiro-ministro, acaba por ser a mesma coisa.

Neves defende um debate mais aprofundado sobre os principais projectos implementados para o desenvolvimento de Cabo Verde, afirmando que não se deve ter visão apenas de uma parte, mas sim olhar para o global.

No quadro da fundação que acaba de criar, José Maria Neves diz estar disponível para debater de forma descomplexada um conjunto de questões e medidas importantes tomadas durante a sua governação, visando o desenvolvimento do arquipélago, "e não uma análise superficial como está a acontecer”.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG