Links de Acesso

Cabo Verde com mais de sete mil casos de zika, mas sem microcefalia

  • Redacção VOA

Mindelo, São Vicente, Cabo Verde

Mindelo, São Vicente, Cabo Verde

Há uma tendência decrescente nas últimas cinco semanas.

O Ministério da Saúde de Cabo Verde revelou nesta quarta-feira que o país registou 7.164 casos de zika entre Outubro e 24 de Janeiro.

Nas últimas cinco semanas, e depois de uma intensa campanha de sensibilização das pessoas e de combate à doença, regista-se "uma tendência decrescente".

Apesar de não ter havido qualquer caso de microcefalia, o comunicado indica que o Ministério da Saúde está a monitorar cerca de 40 grávidas que contraíram o vírus.

A capital do país, Praia, regista o maior número de casos (4.837), seguida da cidade de São Filipe, na ilha do Fogo, com 1.230, e a ilha do Maio, com 501 casos, todas na região Sul do arquipéago.

Ainda de acordo com o comunicado divulgado hoje, depois de até Dezembro terem sido registados, em média, entre 400 e 500 casos semanais, na última semana, os números desceram para pouco mais de 80.

O Ministério da Saúde garante continuar a campanha de informação e de combate ao vírus zika, cuja epidemia foi considerada uma emergência mundial pela Organização Mundial da Saúde na segunda-feira.

Brasil é o país mais afectado pela epidemia que, segundo a OMS, pode atingir mais de quatro milhões de pessoas nas Américas.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG