Links de Acesso

Burundi: União Europeia retira seu pessoal não essencial


Militar em Bujumbura, capital do Burundi

Militar em Bujumbura, capital do Burundi

A União Europeia decidiu evacuar de forma temporária as famílias e parte do pessoal considerado não essencial de sua delegação no Burundi.

A medida é divulgada um dia após o Conselho de Segurança das Nações Unidas ter adoptado por unanimidade uma resolução que poderá permitir o envio de forças de paz ao Burundi, após meses de violência.

O Burundi enfrenta uma crise política, desde finais de Abril, quando seu presidente Pierre Nkurunziza anunciou a sua candidatura para o terceiro mandato, que veio a alcançar.

Até o momento, pelo menos, 240 pessoas morreram na violência e milhares fugiram para os países vizinhos.

XS
SM
MD
LG