Links de Acesso

Burundi formaliza saída do Tribunal Penal Internacional


Decreto do Presidente Pierre Nkurunziza, de 18 de Outubro, sobre a saída do TPI.

Decreto do Presidente Pierre Nkurunziza, de 18 de Outubro, sobre a saída do TPI.

O Burundi já entregou ao Secretário-Geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon a sua carta de retirada do Tribunal Penal Internacional (TPI).

O Ministro dos Negócios Estrangeiros do Burundi, Alain Nyamitwe, confirmou à VOA que o processo foi entregue e “não há retorno”.

Os países africanos têm criticado o TPI por quase exclusivamente se concentrar no continente desde 2002, quando entrou em vigor o Tratado de Roma.

A África do Sul e Gâmbia manifestaram igualmente a intenção de abandonar o TPI.

XS
SM
MD
LG