Links de Acesso

Burocracia ameaça emprego de mais de 300 trabalhadores no Namibe

  • Armando Chicoca

Associação dos Camionistas do Namibe pede agilização do processo de emissão de licenças de aluguer.

Mais de 300 trabalhadores do ramo dos transportes, na província do Namibe, podem ficar sem emprego no primeiro semestre do ano em curso devido à burocratização excessiva na emissão de licenças de aluguer pelo Instituto Nacional dos Transportes Terrestres.

A informação foi avançada pelo presidente da Associação dos Camionistas do Namibe, Miguel Rafael, que pediu ao Ministro dos Transportes Augusto Tomas a descentralização do processo de licenciamento, dando poderes a cada uma das províncias para emitir licenças aos concessionários.

A Associação do Camionistas do Namibe controla cerca de 30 empresas de camiões.

O seu presidente Miguel Rafael diz que a burocracia excessiva penaliza os cidadãos honestos.

Rafael diz não haver indícios de desvios que eventualmente venham alimentar a desconfianças das direcções provinciais e, por isso defende a desburocratização do sistema, aliada à fiscalização do trânsito.

XS
SM
MD
LG