Links de Acesso

"Brexit" preocupa Estados Unidos

  • Redacção VOA

De visita à Europa, o secretário de estado americano, John Kerry, decidiu efectuar contactos não programados em Londres e Bruxelas.

A decisão da Grã-Bretanha de deixar a União Europeia continua a dominar as atenções enquanto persiste a incerteza acerca do novo relacionamento do país com os seus vizinhos e o resto do Mundo.

De visita à Europa, o secretário de estado americano John Kerry decidiu efectuar contactos não programados em Londres e Bruxelas.

Em Londres, Kerry vai encontrar-se com o seu homólogo britânico, Philip Hammond, e com outras altas entidades oficiais britânicas no âmbito da manutenção das relações com o principal aliado americano num momento em que a Grã-Bretanha se afasta da Europa.

O presidente americano, Barack Obama, tinha apelado aos britânicos para que não deixassem a Europa. O relacionamento especial entre os dois países, um conceito avançado pelo antigo primeiro-ministro britânico, Winston Churchill, tinha permitido aos Estados Unidos manterem uma maior influência na União Europeia através da Grã-Bretanha.

A administração Obama reagiu com preocupação ao referendo sobre a saída britânica, conhecido como “Brexit”, por causa do impacto nas relações com Londres e com a União Europeia.

Durante a sua deslocação a Londres, o secretário de estado John Kerry, irá encontrar uma situação politica em plena mutação. Depois de perder o referendo, o primeiro-ministro David Cameron anunciou a sua demissão e deixou bem claro que não será ele a negociar as formalidades da saída britânica da União Europeia.

A anunciar a constituição de uma equipa encarregada de iniciar as negociações, mas o processo de saída só deverá começar em Outubro quando um novo primeiro-ministro do partido conservador de Cameron assumir o poder.

Antes das sua deslocação a Londres, John Kerry encontrar-se-á amanhã em Bruxelas com a chefe da diplomacia europa Federica Mogherini.

XS
SM
MD
LG