Links de Acesso

Dilma e Serra Disputam Lugar de Lula


Dilma Rousseff

Dilma Rousseff

<a href="http://www.voanews.com/portuguese/news/special-reports/politics/Elecoes-Brasil-2010-103951788.html"> http://media.voanews.com/images/brazil-elections-480.jpg

Os brasileiros voltam às urnas no dia 31 de Outubro para escolher entre a candidata do PT, Dilma Rousseff, e o candidato do PSDB, José Serra, para ocupar o posto do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
A vitória da petista, que em grande parte da campanha presidencial chegou a ser dada como certa, passa a ser questionável diante das incertezas que um segundo turno pode trazer. A candidata do presidente Lula não conseguiu, neste domingo (3), os 50% dos votos necessários para vitória em primeiro turno. Votações com tendência de alta para Marina Silva (PV) e José Serra levaram a eleição presidencial de 2010 ao segundo turno.
Dilma Rousseff obteve 46,91% dos votos e José Serra (PSDB) 32,61%. Mas, a grande vitoriosa da primeira etapa das eleições foi a candidata afrodescendente Marina Silva (PV) que, contrariando as projeções, quase chegou a marca dos 20% e pode ser agora a candidata que de forma indireta irá decidir o futuro da presidência do Brasil.
Segundo analistas, é o eleitorado de Marina Silva que fará a diferença. Por isso, a grande pergunta do momento é: para onde irão os votos da candidata do Partido Verde, para Dilma ou para Serra? Em discurso, na noite de domingo, a candidata Marina Silva sinalizou para a neutralidade no segundo turno. Marina agradeceu, ainda, o povo brasileiro por não ter permitido que as eleições tivessem um caráter de plebiscito do governo Lula.
Já a candidata Dilma Rousseff, logo depois da divulgação dos resultados, fez um breve agradecimento ao povo brasileiro, se declarou disposta para o segundo turno e prometeu para a tarde desta segunda-feira (4) entrevista coletiva para detalhar os rumos da nota etapa da disputa. Em discurso, o candidato José Serra também disse que deixou para esta segunda-feira o detalhamento das suas estratégias de agora em diante, mas agradeceu Marina Silva por ter levando as eleições para essa nova etapa.
Maioria no Senado
A eleição ao governo de oito Estados e do Distrito Federal no Brasil também ficaram indefinidas e seguiram para um segundo turno, no dia 31 de outubro.
Mesmo deixando de vencer neste domingo, os aliados do governo Lula e da candidata Dilma Rousseff conseguiram eleger dez governadores contra sete da oposição. No Senado o PT e aliados também ficaram em posição vantajosa, conseguindo 52 senadores contra 26 opositores e três independentes. Ou seja, domínio de 64% das cadeiras.
A nova etapa da campanha eleitoral no Brasil será retomada esta semana. O início da propaganda eleitoral do segundo turno no rádio e na TV já está previsto para amanhã, terça-feira.

XS
SM
MD
LG