Links de Acesso

Dilma Roussef apresenta cinco pactos políticos para conter a revolta popular

  • Maria Cláudia Santos

Dilma Roussef, presidente do Brasil

Dilma Roussef, presidente do Brasil

Brasileiros observam com cautela resposta do governo aos protestos

As novas propostas da presidente Dilma Rousseff para o Brasil, anunciadas nesta Segunda-feira, ainda são vistas com cautela pelos brasileiros, sobretudo, pelos profissionais e especialistas das áreas que vão sofrer mudanças, como Saúde, Educação e Transporte Público.


Em resposta à onda de protestos massivos no país, muitos com desfechos violentos, a presidente Dilma Rousseff, reuniu 53 governadores e prefeitos, para apresentar a proposta de “cinco pactos em favor do Brasil.”

O primeiro deles é pela responsabilidade fiscal nos governos federal, estaduais e municipais, para garantir a estabilidade da economia e o controle da inflação.

O segundo pacto é pela reforma política: incluindo um plebiscito popular para saber se o povo aceita uma Constituinte provisória para fazer a reforma política no Brasil.

A presidente defendeu, ainda, a tipificação da corrupção dolosa como crime hediondo e mais três outros pactos: pela saúde, educação e o transporte público, com várias obras de mobilidade.

A oposição acusa a presidente brasileira de atropelar o Congresso Nacional ao propor medidas. Os brasileiros, de forma geral, ainda fazem um esforço para entender melhor os cinco pactos propostos, a viabilidade das medidas, assim como o prazo para que as novidades saiam do papel.

O anúncio da presidente Dilma abriu o que está sendo vista como uma mudança na postura do governo que, de agora em diante, vai receber líderes de manifestantes pessoalmente.

Agora, as atenções dos brasileiros estão voltadas para esta quarta-feira (26) quando estão programadas, desde a semana passada, novas manifestações gigantescas. Só em Brasília, mais de 100 mil pessoas já confirmaram presença nas redes sociais.
XS
SM
MD
LG