Links de Acesso

Estudantes de 24 países africanos para mais de 40 cursos de graduação em cerca de 100 instituições de ensino superior do Brasil

Estudantes de 24 países africanos podem tentar uma vaga em mais de 100 universidades brasileiras, anunciou o site brazilafrica.com, explicando que o Governo brasileiro abriu o período de inscrições para bolsas de estudos no país.

Segundo o mesmo site, o edital oferece mais de 40 cursos de graduação em cerca de 100 instituições de ensino superior do Brasil. Estudantes de 24 países africanos poderão participar (confira a lista).

As inscrições devem ser feitas na Missão Diplomática brasileira no país de origem do candidato até o dia 7 de Julho. Os selecionados iniciarão os cursos em 2015. O edital não informa a quantidade de matrículas, mas, na edição deste ano, foram escolhidos 382 candidatos africanos, a maioria de Angola (103), Cabo Verde (103) e Benim (73).

A selecção faz parte de acordos de cooperação que visam contribuir com o desenvolvimento das nações de origem dos graduados. Ao final do curso, o beneficiado deve voltar para seu país.

Os interessados precisam comprovar dispor de, no mínimo, US$ 400 mensais para custearem sua estadia em território brasileiro. Alguns países oferecem subsídios para quem não possui condições financeiras. Além disso, os de países não lusófonos devem realizar o teste de Proficiência em Língua Portuguesa (Celpe-Bras).

O Programa de Estudantes-Convênio de Graduação (Pec-G) é administrado em conjunto pela Secretaria de Educação Superior do Ministério da Educação (SESu/MEC) e pelo Departamento Cultural do Ministério das Relações Exteriores (DC-MRE).

Saiba mais em brazilafrica.com
XS
SM
MD
LG