Links de Acesso

Guiné-Bissau: Ministro ouvido no caso Roberto Cacheu


Edifício da Assembleia Nacional da Guiné-Bissau

Edifício da Assembleia Nacional da Guiné-Bissau

O desaparecimento do deputado Roberto Ferreira Cacheu é um caso que remonta ao ano 2011

Trata-se do primeiro político e membro do actual Governo ouvido no âmbito do processo de investigação sobre o alegado desaparecimento do deputado guineense Roberto Ferreira Cacheu, acusado na tentativa de Golpe de Estado de 26 de Dezembro último.

Fernando Vaz, Ministro da Presidência do Conselho de Ministros, que recentemente proferiu discursos sobre o caso, ao ponto de levar jornalistas e diplomatas ao local onde se aludiu que o deputado teria sido enterrado, foi ouvido hoje na qualidade do declarante.

O desaparecimento do deputado Roberto Ferreira Cacheu é um caso que remonta ao ano 2011 e que recentemente foi despoletado pela família e mais tarde encarado pela Justiça, que já começou a ouvir as pessoas consideradas directa ou indirectamente cruciais na investigação em curso.

Sobre este caso, a actual Direcção dos Serviços de Informação de Estado deteve por algumas semanas antigos responsáveis da mesma estrutura, sob acusação de envolvimento na morte do deputado.

E agora o caso assumiu outro rumo e com outra natureza de investigação com o Ministério Publico à testa, que segundo dados disponíveis tem em agenda a audição de um dos membros da família de Roberto Ferreira Cacheu.
XS
SM
MD
LG