Links de Acesso

Residentes de Bissau às escuras no fim-de-semana

  • Lassana Casamá

Consumidores dizem que instabilidade política afecta todos os sectores.

A capital guineense viveu durante este fim-de-semana em escuridão total.

A Empresa de Eletricidade e Águas da Guiné-Bissau, responsável pelo fornecimento da luz eléctrica, não deu ainda qualquer explicação sobre o ocorrido, não obstante informações disponíveis apontarem para algumas anomalias num dos grupos geradores da empresa.

A recorrente penúria da luz elétrica é um problema com que os guineenses têm confrontado há muitos anos, mas nos últimos tempos a situação agravou-se de tal forma que deixou os consumidores impacientes.

“É uma situação complicada nesta altura porque estamos a entrar na quadra festiva. Aliás, é num período complicado porque temos gatunos à solta e com a escuridão é muito mais complicado ainda", reclamou Elisa Pinto, que foi corroborada por Aguinaldo Ampa e Isaiete Jabula, também consumidores.

"Não queria falar sobre a política, mas acho que mesmo que o Governo que está em gestão devia garantir esta necessidade básica da população, ou seja, nós não podemos ser vitimas e pagar o que não produzimos", denuncia Aguinaldo Ampa, para quem a "instabilidade do país afecta todos os aspectos”.

Refira-se que, apesar do silêncio da Empresa de Eletricidade e Águas da Guiné-Bissau, o fornecimento da energia eléctrica melhorou nesta segunda-feira, enquanto os consumidores contabilizam os prejuízos sofridos.

XS
SM
MD
LG