Links de Acesso

Bissau acusa Cabo Verde de cumplicidade na detenção de Na Tchuto

  • Lassana Casamá

António Indjai (esq.) e Bubo Na Tchuto (Foto de arquivo)

António Indjai (esq.) e Bubo Na Tchuto (Foto de arquivo)

Reacção guineense verifica-se na sequência das acusações de envolvimento em tráfico de drogas feitas pela justiça americana contra António Indjai

A Guiné-Bissau acusou Cabo Verde de cumplicidade na recente operação da agência antidroga americana, DEA, que culminou coma detenção do antigo chefe da armada, Bubu Na Tchuto.
A reacção do governo guineense verifica-se na sequência das acusações de envolvimento em tráfico de drogas feitas pela justiça americana contra António Indjai o actual chefe das forças armadas guineenses.

O governo de transição da Guiné-Bissau encontrou um bode expiatório sobre a captura de Bubu Na Tchuto. Trata-se de Cabo-Verde que, para as autoridades guineenses, teve um comportamento provocatório, quando deixou os seus agentes policiais envolverem-se na operação de captura do antigo chefe da armada.

Por outro lado, o ministro da presidência do conselho de ministros e porta-voz do governo, Fernando Vaz, aproveitou a ocasião para desferir fortes acusações ao governo de Cabo Verde sobre a delicada situação em Casamança no vizinho Senegal.

Ainda pela voz de Fernando Vaz, o governo de transição da Guiné-Bissau solicitou a colaboração judiciária dos Estados Unidos em todos os casos de natureza criminal que envolvam cidadãos guineenses.

O governo da Guiné-Bissau disse ainda ser inaceitável e inadmissível o facto de, na sua opinião, a justiça americana ter accionado acusações contra alguns destacados oficiais das forças armadas, sem terem contactado as autoridades judiciais guineenses.
XS
SM
MD
LG