Links de Acesso

Bento Kangamba nega escândalo de apreensão de milhões de Euros em França

  • Redacção VOA

angola general Bento Kangamba

angola general Bento Kangamba

General nega ter estado no Mónaco e diz que pode transferir dinheiro por contas bancárias

O General Bento Kangamba voltou a negar estar envolvido em qualquer escândalo envolvendo a apreensão pela política francesa de que cerca de quatro milhões de dólares.




Numa entrevista dada ao semanário angolano Agora, Kangamba disse que nunca foi confiscado qualquer dinheiro seu em França acrescentando não ter nenhuma relação com o caso.

Kangamba disse também ser mentira que tivesse escapado da polícia francesa graças a um passaporte diplomático.

O general disse que mesmo com passaporte diplomático teria sido preso caso tivesse cometido qualquer ilegalidade.

Recorde-se que a polícia francesa prendeu várias pessoas depois de apreender os milhões de euros em duas viaturas. Os presos dirigiam-se para o Mónaco onde estava alegadamente Bento Kangamba.

Este disse que que se quiser transferir dinheiro falo-a através de bancos não tendo necessidade de transportar dinheiro.

O general negou que tivesse estado no Mónaco confirmando no entanto ter estado nas cidades espanholas de Barcelona e Madrid.

Noticias anteriormente divulgadas afirmaram que Bento Kangamba se tinha reunido com o presidente Eduardo dos Santos em Barcelona após ao confiscação dos milhões de dólares pela polícia.

A publicação Maka Angola disse na sua última edição que Bento Kangamba esteve envolvido na compra de uma luxuosa residência no bairro de La Finca a oito quilómetros de Madrid onde os preços por cada mansão rondam os 12 milhões de euros.

Na sua entrevista ao Agora Bento Kangamba voltou a repetir que as notícias sobre o seu alegado escândalo em França visam apenas denegrir a imagem do governo angolanos

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG