Links de Acesso

Batuque angolano em risco de desaparecimento

  • Pedro Dias

Batuque angolano

Batuque angolano

As dificuldades da vida e a ausência de um espaço próprio para a venda dos instrumentos fizeram com que muitos desistissem da arte dos batuques.

Fazedores de instrumentos de percussão, os batuques tradicionais angolanos,ainda podem ser vistos por quem passa pela Rua do Soba Mandume próximo ao Mercado Municipal entre o Bairro São Paulo e o Muceque Sambizanga.
O seu número é no entanto cada vez menor. No passado já foram quarenta, hoje em dia são apenas cinco que trabalham os troncos de árvores para dar forma aos batuques tradicionais.

As dificuldades de vida e de um espaço próprio para a venda dos batuques, fizeram com que muitos desistissem da arte dos batuques.

Com o passar dos anos o mestre António Sapoco teme que a arte esteja a caminhar para o desaparecimento.

Num grito de socorro, os fazedores de batuques tradicionais, fazem um apelo ao governo ou as instituições da cultura para apoia-los no sentido de se preservar a cultura de Angola e o mundo possa continuar a apreciar os aspectos culturais mais deslumbrantes do país.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG