Links de Acesso

Batata doce "salva" crianças em escolas da Huíla

  • Teodoro Albano

A batata doce é rica em vitamina A

A batata doce é rica em vitamina A

Mais de trezentas crianças na localidade do Kavissi no município da Cacula, interior da província da Huíla, estão a beneficiar de merenda escolar produzida através de derivados da batata-doce.

A iniciativa da associação Tulivunguende teve o mérito de evitar o absentismo escolar, aproveitando a implementação de um projecto de produção agrícola designado Kumosi apoiado pela ONG Acção de Desenvolvimento Rural e Ambiente, ADRA.

A partir da batata doce produzida pelo Kumosi são confeccionados bolos que servem crianças de três escolas da comunidade, num grande impulso ao incentivo escolar segundo o fiscal da associação Tulivunguende, Adão Kassoma.

“Quando iniciámos eram apenas 120, mas agora estamos nas trezentas e tal porque as crianças estão a ser mobilizadas por causa dos bolinhos que estamos a dar”.

Replicar a experiência para outras áreas da província é um dos propósitos da ADRA, segundo o coordenador de intervenção municipal da organização, José Batuque.

“Nós procuramos aproveitar as boas práticas para que elas sejam multiplicadas e nesse sentido em termos de centros de transformação prevemos a construção de mais dois noutras localidades onde o potencial agrícola é forte”.

O absentismo escolar é um problema que o meio rural enfrenta, que parece poder ser resolvido com acções como o projecto Kumosi.

XS
SM
MD
LG