Links de Acesso

Barack Obama encontra-se com Raúl Castro

  • Redacção VOA

Os presidentes dos Estados Unidos Barack Obama e de Cuba Raúl Castro deverão reunir-se hoje formalmente às margens da cimeira das América a decorrer no Panamá.

Será o primeiro encontro entre dirigentes dos dois países desde 1956 e surge depois dos dois presidentes terem anunciado em Dezembro planos para a normalização de relações entre os dois países.

O aperto de mão

O passado fica para trás

O passado fica para trás

Na abertura da cimeira ontem à noite Obama e Castro apertaram as mãos num gesto simbólico dos seus esforços para porem termo à décadas de animosidade.

Há dois anos atras os dois presidentes apertaram as mãos durante as cerimonias fúnebres do presidente sul africano Nelson Mandela.

Entidades da administração americana disseram que o breve encontro de ontem foi informal enão houve conversações substantivas.

Especula-se que no encontro de hoje o Presidente Obama poderá anunciar a decisão do governo americano de retirar Cuba da lista de países patrocinadores do terrorismo.

A exigência de Cuba para ser retirada dessa lista tem sido um obstáculo nas negociações para a restauração de ligações diplomáticas.

O presidente Obama anunciou Quinta feira na Jamaica que tinha terminado uma revisão do Departamento de Estados sobre o estatuto de Cuba, afirmando então estar a aguardar a recomendação final.

O Senador democrata Ben Cardin que chefia os democratas no comité de relações externas do senado que o departamento de estado tinha decidido recomendar a retirada de Cuba dessa lista.

XS
SM
MD
LG